Propósito, Prioridade, Foco. Não inverta a ordem.

Prioridade, planejamento geram foco

O que você quer da sua vida?

Difícil de responder para você mesmo? Será porque você ainda não sabe onde está focando sua vida?

Qual é o seu foco atual?

Difícil de responder também? Será porque você ainda não definiu suas prioridades?

Quais são suas prioridades?

Aí complicou mais ainda né? Será porque você ainda não sabe qual é o seu propósito de vida?

Para encontrar a resposta de “como definir o propósito de vida?”, é necessário esclarecer, em síntese, o que é um propósito.

Ele é o significado, o sentido e a finalidade maior pelos quais fazemos e realizamos objetivos e metas.

Trata-se da motivação que nos move diariamente e pela qual buscamos um objetivo e um resultado.

O propósito é o combustível das nossas ações. Descobrimos “quem é ele” quando conseguimos responder as perguntas: “Por que estou fazendo isso?” “Por que quero esse objetivo?” “Por que estou disposto a dedicar tempo e esforço para atingir uma determinada meta?”.

Se tivermos as respostas para essas dúvidas, certamente encontramos o nosso propósito.

Para entender melhor, vou dar um exemplo. Por que me dedico ao trabalho? Muitas podem ser as motivações para essa dedicação: para proporcionar conforto e segurança a minha família, para fazer a diferença na minha comunidade, para gerar prosperidade a todos os envolvidos ou simplesmente para ser feliz e realizado.

Sem um propósito claro, as pessoas até alcançam os seus objetivos, mas não se sentem felizes. Elas concluem uma meta e não ficam satisfeitas, cumprem seus planos, mas não entram em um estado de plenitude e realização.

Para elas, falta o significado maior do seu agir e fazer. O seu propósito não é e nunca será igual ao de outras pessoas.

Ele é especialmente único. É essencial saber que, para atingi-lo, percorrerá por objetivos e metas, por isso faz-se necessário saber se os objetivos que você tem como prioridade servem realmente para você.

É comum que as pessoas escolham objetivos que não são para elas, que não fazem parte da sua vida nem dos seus valores. Isso significa que é preciso avaliar o que é realmente válido para ter aquele entusiasmo real e verdadeiro que motiva a correr atrás do propósito.

Lembrando que encontrar o próprio propósito não é uma cobrança, nem um motivo de comparação ou desvalorização.

Cada um de nós tem um caminho pessoal, tem seu tempo, seus talentos e unicidade. Precisamos olhar para o nosso interior e perceber o que amamos fazer, quais os nossos valores e princípios e quais as nossas habilidades.

Às vezes as pessoas param de buscar seu propósito ou de acreditar nele porque as pressões da vida desmotivam, cansam, frustram e elas voltam a viver na superficialidade.

Mantenha cada vez mais o alinhamento e a coerência entre seus propósitos, objetivos e metas, mantenha o foco, avalie os resultados no decorrer do caminho e, se falhar em algum momento ou desmotivar por um instante, reajuste a rota com determinação e comprometimento.

O que realmente te faz levantar da cama todos os dias? Comece se questionando desta maneira e você encontrará seu propósito.

O que você esta esperando pra viver a sua melhor versão?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s