O seu trabalho te motiva ou te deprime?

Sabe aquele momento do domingo, quando você ouve a música do Fantástico e dá aquele friozinho no estômago só de pensar que a segundona está chegando?

Pois é, quem nunca, né? É claro que, após um final de semana bacana com amigos e família, dá uma peninha de saber que a rotina do dia a dia está ali batendo à nossa porta para recomeçar.

E tudo bem uma vez ou outra a chateação aparecer pelo início da semana que está por vir. Mas, se isso acontece sempre, e o sentimento é de verdadeira angústia, é sinal de que você precisa repensar sobre o seu trabalho e vida.

Se você tem medo de acordar de segunda a sexta-feira, ou se você se pega sentado regularmente em sua mesa à beira das lágrimas, provavelmente há um problema mais grave com que lidar.

E a resposta para esta questão pode estar tanto em você mesmo como no ambiente do seu trabalho.

Hoje em dia só pagar as contas no final do mês não basta, buscamos muito mais! No fundo queremos que nosso trabalho seja também consistente de significado e propósito.

No entanto, se, por um lado, essa busca é excelente, por outro, a sensação de frustração quando não alcançamos aquilo com que sonhamos se torna um fardo!

Claro que, no mundo ideal, todos nós deveríamos trabalhar com aquilo que mais gostamos de fazer. Porém, não é sempre que as oportunidades, ou a remuneração necessária para a nossa sobrevivência, convergem para a atividade que teríamos prazer em realizar.

Nesse caso, o que fazer, então? Viver em eterna frustração em nosso trabalho, porque ele não é aquilo que gostaríamos que fosse, lembrando que boa parte de nossa vida produtiva nós passamos trabalhando?

A questão é que, se não podemos trabalhar com que amamos, devemos aprender a amar aquilo que fazemos, o que só alcançaremos buscando um significado para o trabalho que vá além da remuneração.

E para isso é fundamental que você defina o seu propósito de vida e o alinhe às suas atividades profissionais. Por exemplo, digamos que o seu propósito seja dar uma boa qualidade de vida para a sua família ou uma educação de qualidade para o seu filho.

Logo, o seu trabalho não é um fim nele mesmo, mas apenas um meio de atingir o seu desejo.

Ou então, o seu propósito de vida é produzir arte para inspirar pessoas para determinada causa. Novamente, o seu trabalho, seja ele qual for, será o que lhe proporcionará ter os meios para atingir aquilo que almeja.

Precisamos abandonar nossos egos, nossa busca por status e nos conectarmos com aquilo que é mais real e essencial em nossas vidas e, aí sim, aliar isso ao trabalho.

Você não é o seu cargo, o seu crachá ou sua profissão. Você é um ser único e cheio de potencial para realizar a sua missão de vida, independentemente da profissão ou do cargo que estiver ocupando!

Amy Morin, autor do livro “13 coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem”, diz que um ambiente de trabalho hostil pode nos levar a vidas realmente miseráveis e, em alguns casos, pode estar ligado até mesmo à depressão.

O problema é que, uma vez que você cair nessa armadilha, será difícil sair.

“Sentir-se mal sobre o seu trabalho pode se configurar em um ciclo de autoperpetuação afetando a maneira como você pensa e se comporta”, explica ela. “Quanto mais você experimenta pensamentos negativos e comportamentos improdutivos, pior você sentirá.”

Quer sair deste ciclo vicioso? Busque seu propósito de vida. Ele te fortalecerá, te manterá de pé quando tudo tentar te derrubar. E mesmo se cair, você levantará, muito mais rápido do que antes.

O que você está esperando para viver a sua melhor versão?

2 comentários em “O seu trabalho te motiva ou te deprime?

  1. Querido Amigo:
    Estou muito feliz por ti.
    Você está finalmente fazendo o que ama. Obrigado por sempre compartilhar sua mentalidade otimista e vontade de ter sucesso.
    I hope you understand my Portuguese.
    My best wishes and hope to see you soon!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s